One World Observatory

Bom dia gente,

Me desculpem, estou super relapsa com o blog! Mas realmente, ando trabalhando muito e estudando mais e mais..

Hoje vou falar um pouco sobre a minha visita inédita ao One World Observatory. Eu já fiz um post aqui sobre como foi minha visita em 2013 ao Memorial World Trade Center! Muita coisa mudou de lá pra cá.. afinal, Nova York é a cidade que nunca dorme.. E hoje em dia o Memorial é aberto ao público. Sim, você pode ir de graça na praça onde ficavam as duas torres gêmeas e onde hoje ficam aquelas “piscinas” que contemplam o nome de todas as vítimas da tragédia do 11 de setembro. Vale bem a pena visitar! A praça tá lindinha e eu sempre acho emocionante ver tudo aquilo ali e poder refletir sobre nosso breve espaço de tempo nesse mundão. A entrada para o Museu é paga (esse eu deixei pra próxima) e também a entrada para o One World Observatory.

onew

Dessa vez pudemos ir ao One World. Pirada numa vista do jeito que sou, assim que fiquei sabendo que estavam abertas as visitas ao observatório, eu já fui no site e reservei o meu dia! Mas eu nem sei se é necessário mesmo comprar online com antecedência, vi algumas pessoas comentando em um grupo no Facebook que é bem tranquilo chegar lá e agendar! E também não procurei saber quanto custava na hora, mas sei que com alguns meses de antecedência paguei 64$ por dois ingressos com hora marcada. Existem outras opções de compra no site, pra poder ir sem hora marcada.

Quanto ao observatório, foi uma visita bem legal! A organização e principalmente a interação são de alto nível! Nada de filas longas e o elevador pra subir é muito massa! O elevador é todo interativo, você sobe assistindo a um vídeo, e nem tem graça eu dar mais detalhes né? Só sei que adorei!

oneww

Quanto à vista, claro que Nova York é Nova York e a cidade é linda vista de cima! Como o observatório está perto das pontes, eu gostei muito dessa parte! Mas eu já tive a oportunidade de subir no observatório do Empire State e do Rockefeller Center (Top of the Rock) e o meu favorito ainda é o Top of the Rock!

Enfim, acho que vale a visita, vale a vista, vale pela interação, mas se você só tem grana pra escolher um deles, opte pelo Top of The Rock!

Anúncios

NYC: we gotta love!

DSC00527

Nova York é uma cidade tão cheia de oportunidades que chega a ser injusto quando me perguntam “e aí, o que mais você gostou de Nova York?” Isso é lá pergunta que se faça? Pensa numa cidade cheia de vida, de energia, que funciona 24/7, em que se você ficar parado na esquina durante 20 minutos vai ver gente do mundo todo passando! Uma cidade que deve ter tudo de tudo para todos! Opção não falta! E olha que quando a gente vai lá uma única vez é óbvio que a gente vai fazer programas bem turistoes! Então,  o que eu mais gosto? Sei lá, eu sinto que não conheço nem 1% de NYC e amo tudo o que eu conheço!

Obras do WTC Memorial a todo vapor em 10/2013.

Obras do WTC Memorial a todo vapor em 10/2013.

Mas, numa tentativa bem fajuta de falar do que eu gosto, vou falar de um monumento turistao que eu acho imperdivel! O memorial do World Trade Center!

O Memorial é lindo!

O Memorial é lindo!

Quando eu fui, o prédio com o museu nem estava pronto (alguém sabe se já está?), mas só de estar alí já traz uma emoção indescritível! Eu não sei explicar muito bem o que é,  mas a gente para naquele parapeito daquelas duas “piscinas” enormes, lê o nome daquelas pessoas que morreram no ataque terrorista do 11 de setembro, e passa um filme das nossas vidas, a gente reflete sobre o que viveu e lembra de agradecer a Deus por estar ali, vivos! Enfim, eu disse que não sabia explicar direito! Hehe…

Refletindo...

Refletindo…

Chegar ao Memorial é um pouco difícil!  Muita fila, e uma revista bem completa, mas vale a pena esperar! A visita em si é rápida! A gente se emociona porque o staff do Memorial deixa flores no nome dos aniversariantes do dia, uma homenagem singela e linda!  E depois que a gente sai do Memorial a gente está perto de Wall Street, e pode visitar a bolsa de valores de NYC,  ver o pessoal que trabalha elegantérrimo, e passar as mãos nas bolas do touro de Wall Street, pois dá sorte! E deu mesmo pra mim, viu? Mas isso é história pra outro post….

A fila pra revista...

A fila pra revista…

E as homenagens!

E as homenagens!