E dando tchau à Itália por Milão

Bom dia gente,

Vamos usar essa linda sexta-feira pra falar de Milão? Bom, como a nossa viagem para a Itália envolvia percorrê-la, optamos por entrar por Roma e sair por Milão. Queríamos fazer o contrário – e talvez teríamos gostado mais de Milão – mas as passagens eram mais baratas dessa forma!

Via Vittorio Emanuelle

Via Vittorio Emanuelle

A maior parte do que li sobre Milão não foram exatamente coisas maravilhosas! Nada ruim também,  mas o que as pessoas falavam era que não havia muito o que se fazer em Milão. Havia a Santa Ceia de Da Vinci (que eu queria muito ver), e alguns museus mas nada majestoso como em Roma, Veneza ou Florença. E eu vou ter que corroborar um pouco com essa visão!

A minha ideia inicial era passar apenas uma noite em Milão, e usar um dia e meio para ver a Santa Ceia, o Duomo, a Galeria Vittorio Emanuelle e o Quadrilátero da Moda. Mas o meu marido achou que por ser uma metrópole, teríamos pouco tempo lá, então resolvemos dormir duas noites!

Dessa vez fui numa de quatro queijos, que eu amo e ainda não tinha comido na Itália

Dessa vez fui numa de quatro queijos, que eu amo e ainda não tinha comido na Itália

Chegamos de trem, vindos de Verona, nosso último trecho de trem da viagem pela Itália! Chegamos na hora do almoço, então deixamos as malas no hotel e fomos numa pizzaria próxima almoçar. Eu não me lembro o nome da pizza, mas deu pra ver que era uma estilo franquia, acho que foi o primeiro lugar que comemos que não era pequeno, único, singular, mas até que a pizza era gostosinha! Descobri que gostei mais das pizzas rumo ao norte da Itália!

Bom, após almoçar, pegamos o metrô e fomos para o duomo! Em Milão há passes de metrô e lembro que como estávamos em um hotel longe das atrações, compensou comprar o passe, que, salvo engano, era de 48h.

image

Gente, sair do metrô na estação do Duomo e subir aquea escadaria não tem preço! Essa é a melhor visão do Duomo! E como ele é colossal! Acho que foi uma das maiores basílicas que visitamos! É muito lindo por fora!

Entramos com facilidade, não sei se por ser a tarde.. Tinha muitos visitantes, mas nada demais! O Duomo é muito mais lindo por fora que por dentro! Por dentro é meio escuro! Mas tem uns lindos vitrais! Não conseguimos subir lá em cima, estava fechado para visitação!

image

Logo ao lado do Duomo, fica a galeria Vittorio Emanuelle! É muito linda, gente! Bem chique, só pra visitar mesmo! Tem um touro esculpido no piso e dizem que dá sorte pisar no saco do touro e dar uma rodadinha! Tinha algumas pessoas fazendo, então não foi tão difícil pagar esse mico!

O touro da sorte.. Mas eu prefiro o de Wall Street!

O touro da sorte.. Mas eu prefiro o de Wall Street!

Uma coisa que foi muito recomendada nos blogs que li sobre Milão é o panzerotto do Luigi, que fica bem perto do Duomo! Demorei muito para encontrar, apesar de ser numa viela ao lado do Duomo (perto do Mc Donalds), mas valeu muito a pena! É lotado, come-se em pé, mas é muito gostoso!! Eu e meu marido achamos o tradicional o melhor! Recomendo!

image

Também aproveitamos a tarde para ir ao Quadrilátero da Moda, que é pertinho da Galeria. Nada mais é que um quarteirão com quatro ruas com lojas chiquérrimas! De fato, eram lojas muito chiques! Não era tipo Armani. Era Armani Vip. Além de lojas que nós, pobres mortais, nem conhecemos! Todas com seguranças nas portas! Só dá pra dar uma voltinha mesmo e pronto!

Galeria Vittorio emanuelle

Galeria Vittorio emanuelle

No dia seguinte, fomos ver a Santa Ceia! Gente, para ver a Santa Ceia, tem que reservar com antecedência, apenas pela internet, e, pelo que ouço dizer, assim que abre a possibilidade da sua data, você já deve reservar pra não perder! Eu segui essa dica e consegui dois ingressos bem facinho, para o horário que eu queria! Tem que chegar lá com 20 minutos de antecedência, apresentar-se na recepção e depois aguardar chamarem!

Foi uma experiência diferente! Parecia que a gente era gente importante indo ver alguma descoberta científica! Explico: há duas portas de vidro, pelas quais todo mundo passa, ai a gente fica lá uns minutinhos para tirar o que houver de ar poluído em nós! Isso tudo para preservar a Santa Ceia, que foi pintada numa parede do refeitório da igreja, e que resistiu a guerra e tudo o mais! Mas lá dentro, apesar de a gente só poder ficar 20 minutinhos, dá pra ver com bastante detalhes a pintura! É muito bonita mesmo! Definitivamente foi o que mais gostamos de fazer em Milão!

Bom, como ainda tínhamos tempo em Milão acabamos indo no museu do Castelo Sforzesco, que é gigantesco, mas, na minha opinião, não muito interessante! Caminhamos bastante pelo parque que fica atrás do castelo, Sempione, e em um “pit dog” que fica na entrada do Castelo, comi o melhor sanduiche da minha vida! Sério! Eles tem fotos de varios sanduiches com vários nomes e você pede um, eles te entregam um papel com um número, preparam o sanduiche e depois chamam seu número! Gente, eu não me lembro qual eu pedi, mas era uma delícia sem igual! Incrível!

Castelo Sforzesco

Castelo Sforzesco

Depois percorremos a Via Dante, que eu achei bem agradável e com opções de compras mais acessíveis! Além de ter sorveterias por todos os lados!

Caminhamos até o Duomo para nos despedirmos dele à noite, jantamos em um restaurante bem agradável perto do hotel e no dia seguinte teríamos que ir de manhã direto para o aeroporto!

Milão não foi ruim, mas por muitos momentos não tínhamos o que fazer e gastamos tempo sentados no banco do parque, no banco do castelo, em uma sorveteria, perto do Duomo.. Enfim..  Tirando museus, tudo que tem pra fazer é muito rápido!

E com esse post, me despeço muito brevemente da Itália, porque eu amei essa viagem e ainda quero muito voltar! E nos próximos falaremos de Lisboa e Paris!

Parco Sempione

Parco Sempione