Metrocard em Nova York, vale?

Oi gente,

Voltamos de Nova York no sábado. Pra variar, não consegui postar quase nada de lá, porque aproveitamos muito a cidade que nunca dorme, então deixei pra fazer as postagens depois.

Hoje falarei sobre o metrocard. Será que vale a pena? Na primeira viagem que fiz a Nova York, não compramos metrocard, mas usamos o metrô super pouco, só no dia em que fomos a Wall Street e ao Memorial do World Trade Center. Na primeira viagem, não conhecemos nada fora da Manhattan.

Dessa vez, queríamos sair um pouquinho da rota mais turística e resolvemos comprar o metrocard. Bom, uma corrida básica de metrô custa hoje 3 dólares. O metrocard para 7 dias custa 31 dólares (o nosso custou 32, com alguma taxa lá que a mulher falou mas eu não entendi) e além desse, temos apenas a opção para 30 dias, que custa $116,50. Infelizmente não temos opção para 5 dias, que é a média de estadia da maior parte dos viajantes. Porém, devo dizer a vocês que em 3 dias eu já havia pago o valor do meu metrocard.

Explico: No primeiro dia (quinta-feira, dia 29/11), ficamos em Long Island, e usamos o metrô para ir da Estação Grand Central (de onde chegamos do ônibus estilo shuttle que pegamos no aeroporto Newark) até o hotel. Fizemos check in, deixamos as malas, e depois usamos de novo o metrô para dar uma caminhada básica por Manhattan. E depois ainda fomos de metrô ao Brooklyn e voltamos para o hotel.

No segundo dia, pegamos metrô para ir buscar o carro que alugamos em Manhattan, pois fomos passar o fim de semana com meu tio em Danbury, Connecticut. No domingo, voltamos para NYC e ficamos hospedados em Manhattan mesmo, na 57th street, ao lado de uma estação de metrô. Então mesmo no domingo a noite já voltamos a usar o metrocard. E aí usamos diversas vezes na segunda, terça e quarta-feira.

Ainda teríamos a quinta-feira e sexta-feira de manhã na cidade, mas infelizmente, não havia um metrocard de 10 dias, que seria ótimo para nós. Mas nós fizemos as contas e vimos que seria melhor pegarmos mesmo no primeiro dia, mesmo que fôssemos perder o fim de semana em Connecticut, do que pegar só quando voltarmos. Afinal, vocês viram quantas vezes usamos o metrô só na tarde e na noite do primeiro dia né?

Assim, vimos que o metrocard foi uma escolha muito boa. Mesmo que nós tenhamos caminhado muito em NYC, fomos para bairros como Brooklyn, Westvillage, Eastvillage, e ainda fomos três vezes perto do Memorial WTC, uma vez para visitar o observatório One World, outra para pegar balsa para conhecer a Estátua da Liberdade em Ellis Island e finalmente para pegar o trem para ir a Hoboken.

Além disso, sempre terminávamos o dia perto da Times Square, e, mesmo não sendo muito longe, optávamos por voltar para o hotel por metrô, por causa do cansaço. Deixamos o dia que não contemplava o metrocard para fazer os passeios mais próximos, como Central Park, 5a Avenida, Rockefeller Center. E só pagamos a mais para usar o metrô na sexta-feira de manhã, em parte do traslado da volta para o aeroporto.

Assim, vale a pena usar o metrocard? Depende! No geral, vale! Vale se você fica cansado demais e não aguenta andar muito. Vale se você vai conhecer outros bairros. Só não vale se tudo que você for fazer for ali no miolo (tipo ir ao Empire State, Rockefeller Center, Broadway, Central Park) e só um passeio ou outro for muito longe, que foi o caso na primeira vez que estive em NYC.

Aliás, NYC continua incrível, a pé, de carro, de metrô, de balsa…. Não vejo a hora de colocar umas fotos por aqui! Em breve vou passar as fotos do meu celular e da máquina para o computador, e aí dou todas as minhas dicas! See ya!

Anúncios

Shake Shack @ Madison Square Park

Hello guys!!!

Estamos de novo em Nova York depois de dois anos e muita novidade pra contar.. Bom, agorinha na verdade estamos em Danbury, Connecticut. Mas domingo voltamos pra NYC, que é um destino muito procurado, por todas as razões que vocês já sabem né?? Bom, como já é uma segunda vez aqui, espero trazer novas dicas legais para vocês…

Quero começar falando de Shake Shack! Shake Shack é uma hamburgueria super famosa e da outra vez que viemos, não tivemos coragem de enfrentar as filas gigantescas! Dessa vez, passamos pelo Shake Shack original, em que tudo começou, que fica na praça Madison Square Park. Acho que pelo fato de ser mais aberto, ter várias mesinhas pra sentar e poder esperar, resolvemos tentar…

image

Bom, eu pedi um hambúrguer que não tem no cardápio e está numa placa em frente à fila do restaurante, com bacon e cebolas caramelizadas e molho barbecue. O Gui pediu o tradicional ShackBurguer. Para beber, ele foi de coca e eu de fifty/fifty, uma bebida feita com chá orgânico e limonada, surpreendentemente gostosa! Pedimos também uma batata frita com cheddar, que eu achei bem normal, nada demais…

image

Nossas impressões sobre os burguers: o hambúrguer é feito com orgânicos e é bem caseiro.. Muito gostoso! Porém, vale mesmo a fila toda???? Não! No Madison eu achei razoável esperar, mas o da Times Square jamais me verá por lá…

Bom, a vantagem: a praça é linda, cheia de folhas de outono no chão e acredito que de noite a iluminação favoreça o clima romântico!! Então quer mesmo visitar a franquia?? Escolha o da Madison Square Park!

NYC: Times Square

Hoje faz um ano e quatro meses do meu big day, o dia do meu casamento! E, como vocês já sabem, nossa lua de mel se iniciou em NYC, uma das cidades mais incríveis que eu já pude conhecer! Então hoje fui rever as fotos e matar um pouco da saudade da Times Square, a avenida mais movimentada de Nova York, no trechinho que ela cruza com a Broadway! A parte mais iluminada da cidade, cheia de outdoors, movimentada, super linda!

Eu e o maridao felizes da vida!

Eu e o maridao felizes da vida!

Se eu puder dar mais uma dica sobre Nova York, digo: vão à Broadway! Mesmo que não entendam inglês, não há experiência mais nova-iorquina que assistir a um teatro da Broadway! E se eu puder aprofundar a dica, hehe, digo: assistam ao espetáculo do Rei Leão! Há uma razão muito simples para eu indicar esse espetáculo, que é o fato de que todo mundo na vida já assistiu a esse filme, então mesmo que você não saiba inglês, você irá entender perfeitamente as falas (que são poucas, visto que a maioria é música mesmo!). Mas a razão principal é que o espetáculo é maravilhoso mesmo! O cenário, as roupas, a maquiagem.. aí a gente passa a entender a fama da Broadway e porque vários artistas sonham em passar por lá!!! Como fotos não são permitidas, não tenho! Mas confiem em mim, vale a pena!

Alguns espetáculos a gente encontra de promoção ao lado da escadaria da Times Square! Eu fui assistir ao Homem Aranha de promoção,  mas posso dizer? Não me amarrei tanto! É muito legal o fato de que o homem aranha (e seus dublês) fica voando pra lá e pra cá em cima do palco e da platéia!  Mais uma vez, as técnicas da Broadway impressionam! Mas a peça em si achei meio infantil, meio High School Musical! Talvez para quem esteja viajando com os filhos seja mais interessante! De qualquer forma, vale checar que peças estão em promoção! E compra-se pra o dia mesmo, sem antecedência!

A bilheteria para as promoções fica por trás dessas escadas! Não me lembro que horas abre, mas funciona à tarde!

A bilheteria para as promoções fica por trás dessas escadas! Não me lembro que horas abre, mas funciona à tarde!

Eu não fui ver o clássico O Fantasma da Ópera!  Alguém foi? O que acharam??

Orlando: restaurantes!

Vocês já devem ter percebido que uma parte muito importante das minhas viagens é a que envolve comida né? hehehehe… Eu não costumo ser exigente com comida, daquelas que só vai aos melhores restaurantes… eu topo tudo! Mas de uma forma geral, gosto muito de dar uma exagerada nas viagens! Costumo comer de forma saudável durante a semana (com algumas escapadas nos doces) na minha rotina, então na hora de viajar eu gosto de liberar geral mesmo!

Em Orlando, como eu já disse antes, dentro dos parques a gente não aproveitou tanto os restaurantes! Aqueles de comida rápida são bem ruins mesmo. Em compensação, de noite conseguimos jantar onde queríamos! Um restaurante que eu fui e achei bem legal foi o Hard Rock Café. Não sei porque eu não tinha uma visão muito boa desse restaurante.. como ele já tem uma fama desde que eu era garotinha, eu sempre pensava que ele não devia ser mais tão bom quando há duas décadas atrás!

1459135_436628609782102_1358745762_n

O fato é que eu gostei da experiência! O restaurante tem uma decoração bem gracinha, meio rock ‘n roll 60s, que eu não consegui fotografar muito bem porque o ambiente era mais escuro (de novo hehe)! O atendimento, apesar do garçom ter sido super simpático, eu achei bem demoradinho… já tava até desanimada por isso!

1425787_436628323115464_1241092867_n

Bom, eu e o Gui não costumamos ter um apetite pra cada um comer um prato, ainda mais nesses restaurantes americanos em que o prato é enorme, então nesse dia resolvemos dividir um appetizer – uma entrada daquelas que eles colocam as entradas todas numa entrada só, em quantidades menores. Tava surpreendentemente gostoso!

1424412_436553449789618_1290188785_n

Pra resumir, eu indico o Hard Rock Café, mas nem de longe é meu favorito! Há alguns restaurantes no complexo do Universal que eu gostaria de testar numa próxima vez!

Para relembrar..

Boa tarde gente,

Como ando um pouco atarefada com trabalho e estudos, não vou conseguir postar aqui dicas e trechos das minhas viagens todos os dias.. então hoje só tenho uma diquinha para dar para quem estiver indo para Orlando! No parque Island of Adventures, na parte do Harry Potter, além do 4D mais legal da vida, tem a bebida mais gostosa que eu tomei em Orlando: a cerveja amantegada do Harry Potter!!! Para os menores de idade, sem preocupações, apesar do nome de cerveja, ela não tem álcool! Parece mais um milkshake e eu tomei na versão “frozen”, bem geladinha! Nossa, deu até saudade agora!

1002924_436639209781042_647697419_n

NYC: we gotta love!

DSC00527

Nova York é uma cidade tão cheia de oportunidades que chega a ser injusto quando me perguntam “e aí, o que mais você gostou de Nova York?” Isso é lá pergunta que se faça? Pensa numa cidade cheia de vida, de energia, que funciona 24/7, em que se você ficar parado na esquina durante 20 minutos vai ver gente do mundo todo passando! Uma cidade que deve ter tudo de tudo para todos! Opção não falta! E olha que quando a gente vai lá uma única vez é óbvio que a gente vai fazer programas bem turistoes! Então,  o que eu mais gosto? Sei lá, eu sinto que não conheço nem 1% de NYC e amo tudo o que eu conheço!

Obras do WTC Memorial a todo vapor em 10/2013.

Obras do WTC Memorial a todo vapor em 10/2013.

Mas, numa tentativa bem fajuta de falar do que eu gosto, vou falar de um monumento turistao que eu acho imperdivel! O memorial do World Trade Center!

O Memorial é lindo!

O Memorial é lindo!

Quando eu fui, o prédio com o museu nem estava pronto (alguém sabe se já está?), mas só de estar alí já traz uma emoção indescritível! Eu não sei explicar muito bem o que é,  mas a gente para naquele parapeito daquelas duas “piscinas” enormes, lê o nome daquelas pessoas que morreram no ataque terrorista do 11 de setembro, e passa um filme das nossas vidas, a gente reflete sobre o que viveu e lembra de agradecer a Deus por estar ali, vivos! Enfim, eu disse que não sabia explicar direito! Hehe…

Refletindo...

Refletindo…

Chegar ao Memorial é um pouco difícil!  Muita fila, e uma revista bem completa, mas vale a pena esperar! A visita em si é rápida! A gente se emociona porque o staff do Memorial deixa flores no nome dos aniversariantes do dia, uma homenagem singela e linda!  E depois que a gente sai do Memorial a gente está perto de Wall Street, e pode visitar a bolsa de valores de NYC,  ver o pessoal que trabalha elegantérrimo, e passar as mãos nas bolas do touro de Wall Street, pois dá sorte! E deu mesmo pra mim, viu? Mas isso é história pra outro post….

A fila pra revista...

A fila pra revista…

E as homenagens!

E as homenagens!

Disney: meu restaurante favorito!

Uma das coisas que eu particularmente achei que a gente não faz bem na Disney (e nos demais parques de Orlando) é comer! De uma forma geral, os restaurantes de verdade a gente tem que reservar com antecedência e acaba não conseguindo reservar pra almoçar em todos os parques. Algum parque ou outro a gente consegue vaga na hora pra restaurante (que pode ser uma boa pedida ou não), mas no mais, a gente acaba comendo naqueles fast foods que tem lá dentro, que oferecem sanduíche, pizza, pretzels ou qualquer coisa do tipo, que não são bons. Eu adoro pizza e sanduíche, mas aqueles da Disney não são um Burger King nem nada do tipo….

Mas, como eu disse, alguns restaurantes podem sim ser uma boa pedida! O meu favorito foi um que conseguimos reservar com antecedência pela internet antes de irmos, o Rainforest, que fica no Animal Kingdom. O Animal Kingdom não é dos melhores parques. A montanha russa Everest é ótima e o 4D do Vida de Inseto também é bem divertido. No mais, pouca coisa. Mas o restaurante (que você pode ir sem necessariamente ir ao parque) é o melhor de todos!

O Rainforest na verdade existe em várias partes dos Estados Unidos, mas em Orlando fica na entrada do Animal Kingdom. Ele é um restaurante com uma decoração bem exuberante e chamativa, pois é como se estivéssemos dentro de uma floresta, com direito a uma árvore enorme, aquários e até mesmo um gorila guinchando! Pena que minhas fotos ficaram péssimas porque o restaurante é um pouco escuro, mas vai por mim, é super bonito! E um local animado, porque fica cheio (fomos em outubro) e volta e meia tem alguém fazendo aniversário lá e aí os garçons cantam parabéns; é bem divertido!

Nesse dia, pedimos somente nossos pratos e não comemos entrada e nem sobremesa (apesar da cara da sobremesa ser ótima, ficamos muito mais que satisfeitos só com o prato principal). O meu prato era o Jungle Steak and Shrimps – um bife grelhado com molho amanteigado, batatas fritas, camarão empanado com coco, e um camarão com um molhinho que eu não me lembro qual é… mas olha, tava tudo muito gostoso!

1390889_428597427251887_1138117130_o

Então, minha dica é, se for a Orlando, reserve o Rainforest Café. Você pode reservar o Rainforest por aqui!