Perrengues de viagem: minha (péssima) experiência com a Trenitália!

Olá gente,

Antes de começar a falar sobre Florença, eu queria falar um pouco sobre a minha péssima experiência com a Trenitália! Eu queria poder dizer a vocês que foi tudo lindo, que deu tudo certo, mas as coisas não funcionam bem assim né? Graças a Deus os perrengues da minha viagem foram bem light, mas a Trenitalia me fez passar uma raivinha!!!

Primeiro, comprei a maioria dos percursos de trem antes pela internet no site da Trenitalia, como já expliquei aqui que foi bem tranquilo. Três percursos de trem (ida e volta) comprei na hora pois não vendia online. Dois foram na verdade pela empresa de trem Circumvesuviana, para ir de Nápoles até Pompéia e depois de Pompéia até Sorrento e no dia seguinte de Sorrento até Nápoles. Foi super tranquilo, comprei nas estações, deu tudo certo, apesar de ter achado o trem bem capenga e de ter ficado em pé o percurso inteiro com as malas, porque mal havia onde sentar, quem dirá onde colocar malas. Já o percurso que comprei pela Trenitália foi Florença – Pisa e Pisa – Florença e foi o que me deu mais raiva!

A Trenitalia possui os seguintes tipos de trem: Intercity, FrecciaBianca, FrecciaRossa e FrecciaArgento. Eu andei nos quatro. O FrecciaArgento é o mais rápido. Por acaso, o percurso que fiz nele foi em classe executiva, pois era a passagem mais barata que tinha na época que comprei no site (na verdade, eu me atrasei na compra e perdi as passagens mais baratas). Nem preciso dizer que foi o melhor: mais rápido, mais espaçoso e dentro do horário. Já o FrecciaRossa achei um pouco melhor que os demais. Os demais são lentos e mais antigos. Todos tinham plug in, o que achei ótimo, pois pudemos carregar nossos celulares no trem.

Quanto ao bagageiro? Pfff.. muito, muito pequeno mesmo. O espaço é bom para mochilas e malas do estilo academia. Nós estávamos com uma mala pequena e uma média, mas as duas de rodinha, e tivemos que fazer muito esforço para as malas caberem em cima. No FrecciaBianca as duas couberam, nos demais trens tivemos que nos virar.. de uma forma geral, pegamos trens vazios, então algumas vezes deixamos as malas no lugar ao lado do nosso, ou deixamos as malas entre as poltronas que ficam de costas uma para a outra, num espaço improvisado. Enfim, não sei o que aconteceria se os trens estivessem lotados!

Quanto ao horário, tirando a vez que pegamos o FrecciaArgento, com TODOS os outros trens tivemos atrasos! Às vezes atrasos de 20 minutos!!! Em um dos trens ficamos quase 40 minutos lá dentro esperando, até que nos avisaram para pegar um outro trem que estava há dois binários de distância, saiu todo mundo correndo desesperado e quase perdemos o trem, que já estava de partida!

Daí para completar, no dia em que programei minha visita a Pisa, cheguei na estação para pegar o trem um pouco antes de 9h, comprei pela máquina os tickets, e quem disse que tinha trem?? Quando formos perguntar para o único atendente que achamos da Trenitália na estação, ele respondeu que não havia trens pois estavam de greve! Que alguns trens funcionariam e outros não, e que não havia informações sobre nada, que o negócio era desistir ou esperar! Por que vender as passagens na máquina se não há trens?? Perguntei se podia reaver o meu dinheiro, e ele disse que sim, só que somente no dia seguinte, quando a greve estaria acabada. Eu perguntei se tinha que ser naquela estação ou se poderia ser em outra (já que no dia seguinte iríamos para Veneza), e veja bem, ele disse que SIM. E essa informação é muito importante! Ele foi o primeiro atendente que me disse que eu poderia reaver o dinheiro em outra estação.

Porém, já estávamos procurando ônibus para ir até Pisa, achando que perderíamos o horário de subida na Torre (que eu havia agendado previamente online para 10:45), quando chega o trem! Isso mesmo, assim, sem mais nem menos, depois que muita gente já havia desistido de ir, chega o trem! Fomos para Pisa. Chegamos lá com uma hora de atraso, mas quando avisei que havia atrasado por causa da greve da Trenitalia, a moça da Torre deixou a gente subir mesmo assim! Ufa!

No início da tarde, após almoçar em Pisa, fomos ver como voltar para Florença. Fomos à Estação de trem e aí demos bobeira: resolvemos comprar o trem de volta pela máquina também. Compramos e depois quando fomos ver, sem previsão para trens! E aí de novo fomos perguntar pra moça da Trenitália, e ela disse que só poderíamos reaver o dinheiro no dia seguinte! Mais uma vez ela disse que poderíamos reaver o dinheiro em outra estação, já que não estaríamos em Pisa. Ah, o valor do trem era 8 euros para cada. Nada absurdo, mas era direito nosso!

Ok, pegamos um ônibus de Pisa para Florença e tudo certo. No dia seguinte tínhamos que ir de trem para Veneza, então fomos tentar reaver o dinheiro da volta de Pisa (já que o trem da manhã a gente tinha conseguido pegar, bastava tentar o da tarde)na estação de Florença. Pegamos a senha, ficamos esperando, e na hora de falar com um Sr lá da Trenitalia no guichê, ele foi super grosso, histérico, falou que não podia reaver o dinheiro porque a passagem era de Pisa, e ele não tinha como provar que eu não tinha pego o trem realmente!!! Falou que eu tinha que reaver lá em Pisa. Aí eu pensei “Nossa, quanta lógica. Agora eu vou pegar um trem para Pisa e gastar novamente 8 euros, para tentar reaver lá na estação de Pisa os 8 euros que eu perdi!!!!!” Tem lógica????? Eu disse a ele que dois funcionários da Trenitália me falaram que eu podia reaver o valor aonde quisesse, e ele ficou repetindo a mesma tecla (grosseiramente e praticamente me acusando de querer roubá-lo) que ele não podia me dar o valor de um trem que eu deveria pegar em Pisa lá na estação de Florença! Sabe o que tive que fazer para reaver meu dinheiro? Entrei novamente na fila com senha nova, e usei as passagens de manhã que partiam de Florença para Pisa (as que eu usei!) para reaver! E aí me deram o dinheiro! Burrice ou não da Trenitália?

Bom, a moral da história é que hoje em dia, se eu fosse para a Itália novamente para andar de trem, eu daria uma olhada se os trens da Ítalo não compensam. A empresa é privada, e no dia que tava todo mundo de greve na Trenitalia, tava todo mundo bonitinho da Ítalo trabalhando lá numa boa. Nada contra fazer greve, de jeito algum aliás, mas o mínimo de controle no funcionamento é bom né?? Se fosse um dia que eu tivesse que pegar um trem com bagagem porque estava trocando de cidade e de hotel, eu ia ficar totalmente irada!

Mas, como eu disse, foi um perrengue light! Só uma raiva mesmo, e nessas horas que a gente vê que não é só no Brasil que tem essas coisas né?? Vou tentar fazer uma reclamação pelo site da Trenitalia e depois conto aqui pra vocês se deu em alguma coisa! O próximo post, prometo, será sobre Florença. Depois de Roma, acho que foi a cidade que mais gostei da Itália! (e olha que a escolha é difícil, porque eu amei praticamente todas as cidades que visitei!) Então, arrivederci!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s