Continuando com a Toscana!

Oi gente,

Dei uma sumida né? Eu achei que fosse conseguir escrever na minha viagem, mas estava sendo um pouco sacrificante.. eu chegava no hotel já 10 da noite dos jantares e ainda ia tomar banho, arrumar algumas coisas e depois escrever.. tava dormindo muito tarde pra quem quer acordar cedinho pra aproveitar a viagem! Por isso tava demorando tanto para lançar um post aqui.. pois num dia eu escrevia uma parte, em outro outra parte.. enfim, achei melhor dar continuidade quando voltasse! Acreditem ou não, demoro umas duas horas escrevendo e postando fotos aqui!

20150313_110038

Voltei de viagem dia 27/03, deu tudo certo, perregues sempre tem e vou contando aos poucos, mas no geral voltei agradecida a Deus pela oportunidade de viajar!

Bom, vamos ao segundo dia da rota do vinho na Toscana, que é o que interessa! Nesse dia, acordamos no nosso hotel fazenda perto de San Gimignano e o café da manhã foi uma grande surpresa! Éramos os únicos hóspedes, então a dona fez um café da manhã de casa de avó pra gente, como vocês podem ver pela foto!

IMG_7683

Aí fomos dar uma volta por San Gimignano! San Gimignano é considerada a “Manhattan” da Itália antiga, pois hoje ela tem 14 torres, e dizem que antes das guerras (e terremotos, etc) ela tinha mais de 40 torres! As torres são lindas, e de longe na estrada a gente já vê! Mais uma cidadezinha medieval, num dia lindo e agradável, um passeio incrível, um sorvete gostoso na praça principal! Enfim, mais uma manhã inesquecível! Comprei sabonetes em San Gimignano! Várias lojas vendiam sabonetes feitos na Toscana, com embalagens coloridinhas lindas e com lacinhos! Uma graça e super cheirosos!

No centrinho de San Gimignano!

No centrinho de San Gimignano!

Então, saímos de San Gimignano umas 11 e pouco da manhã, para almoçar em Greve in Chianti! Pegamos uma estrada super sinuosa que o GPS indicou, mas depois descobrimos que nem era a rota do vinho, a S-222. As paisagens eram maravilhosas, mas dava um medinho porque a pista era bem sinuosa e estreita. Mas, acho que não é muito diferente do resto das estradas da Toscana! Enfim chegamos a uma cidade que não era tão bonitinha como as anteriores, sem aqueles ares de medieval… achei que talvez não tivesse sido a melhor escolha, mas ela tinha uma surpresa boa para se revelar!

20150313_141951

Primeiramente, almoçamos num restaurante na praça principal. Comida bem gostosinha, mas nada demais. Demos uma volta pela cidade procurando a famosa enoteca em que se degusta mais de 150 mil tipos de vinho, tanto da Itália quanto de outros lugares do mundo. Enfim, na Piazza delle Cantine, encontramos a Enoteca Falorni. Que lugar lindo! É um subterrâneo, com uma decoração sofisticada, mas ainda com ares rústicos, cheia de vinhos para todos os lados, e com algumas máquinas para degustação, além de mesas para comer, pois afinal, também é restaurante!

Entrada da Enoteca

Entrada da Enoteca

O esquema da degustação funciona assim: você pega um cartão da loja, que pode ser pré-pago ou pós-pago e coloca o cartão em uma máquina, escolhe o vinho que quer provar clicando numa tacinha em cima dele. Assim, o vinho cai na sua taça e você degusta! Há três volumes que você pode escolher (e pagar mais ou menos). Um dedinho para degustar, ou a taça média, ou a taça cheia. A taça cheia é super interessante para caso você queira almoçar ou jantar no local, e ao invés de pedir uma garrafa de vinho, queira tomar uma taça de um vinho, de repente uma segunda taça de outro, e etc.

20150313_150403

Nós pedimos o cartão pós-pago. Em cima dos botões de tacinhas para cada vinho há o valor que se paga. Assim, degustamos vinhos com 0,90 cents; 1,70 cents; 2,50 cents.. e no final entregamos o cartão e o garçom nos falou qual era o valor total a se pagar. Caso você opte pelo pré-pago, você já entrega o dinheiro que quer gastar antes pro garçom e ele registra no cartão. Aí você vai usando o que tem. É super simples! Mas simples até que a minha explicação!

20150313_153628

Tem que ter cuidado pra não beber demais porque depois tem que pegar a estrada né? Mas como a tacinha de degustação menor vem só um dedinho mesmo, acho que eu e meu marido conseguimos provar uns 10 vinhos e ainda ficar tranquilos. Não vi ninguém falando sobre dormir em Greve em Chianti nos blogs que visitei, mas suponho que seja uma boa idéia se você quiser degustar mais e jantar lá. O lugar é realmente lindo, embora a cidade nem seja tão bonita como as outras!

20150313_145525

Nós ficamos quase 4 horas na enoteca, pois resolvemos fazer um lanchinho depois. Meu marido comeu tipo uma torrada com parma e queijo de cabra, que estava deliciosa!!! E eu comi uma sobremesa de frutas com chocolate! Estava leve e gostosa também! Aí finalmente, compramos umas garrafas para levar e fomos embora! Acabamos não indo nas outras cidades mais próximas (Radda em Chianti e Castellina em Chianti), porque gostamos tanto do passeio que ficamos por lá mais que o esperado. Chegamos em Florença de noite e fomos devolver o carro, conhecer o hotel e Florença, que eu adorei! Mas, fica para outro post! Arrivederci! (Ai que saudade da Itália já! hehe)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s